Reflorestamento

O plantio das 100 mil mudas de espécies nativas começou em abril de 2017. A criação de um cinturão verde é a primeira ação antes da construção do aterro sanitário, como forma de compensação ambiental, favorecendo a não dispersão das espécies nativas de fauna e flora, que são monitoradas até o final da vida útil do empreendimento.

Em algumas de nossas unidades, durante o monitoramento da fauna e da flora, observou-se que o reflorestamento foi o responsável pela ampliação da fauna e melhora da fauna, como o caso da CGR Iperó.